28 de jun de 2013

Acasos, Interesses, Ruas etc
O realismo vintage e o Sol
Fotografo Idealismos
Se Atuar Livremente é tão bom,
o que é Ruim então? Perpassar
Sem Tocar. Finesse, existir.
Coisa boa é gozar. De quais-
quer Jeitos. Sem Ódios, sem
Bloqueio, nas Ruas estamos li-
vres. Não vai assim. Faz assim
não. É Meditar. É refazer.
O Ultimato Eu que defino.
Saí De fino. Ai, ai. Não é não.

6 de dez de 2012

Soneto da bolinha

Bolinha sai do buraco gruda na mão.
Bolinha sai jogada no chão
Bolinha sai do buraco
Bolinha sendo puxada por NIFE indo pro chão.

Mas no último instante gruda no dedo
E passa de um dedo pro outro,
volta pro dedo do começo,
volta pro dedo por último!

Sai, bolinha! Sai, bolinha!
Tem mais uma bolinha na caverna bifurcada.
Tem até algumas várias bolinhas na caverna dobrada.

Deixa a bolinha lá, mas não, ela incomoda.
Tira a bolinha da caverna bifurcada.
Mesmo que grude nestes nossos dedos sujos.

30 de nov de 2012

Bruno é vagabundo


Bruno vagabundo
Bruno é noves fora
Bruno vaga bundo
Bruno, um imundo

Bruno vaga, Bruno...
Bundo-vaga Bruno
Bruno é vagabundo
Bruno é vaga-lume

Bora, vagabundo!
Bruno toca o bumbo
Bruno é um vagabundo!
Bruno varre o mundo


Bromo: vil elemento.

28 de set de 2012

Stet Motetris

Nessas coisas que são e não são simultaneamente
Dessas coisas que foram porque tiveram de ser
Nessas coisas que são e que não serão
Dessas coisas que foram e que houveram por ser
Eu sigo nesta Stet Motetris vivendo e sendo vivido

Stet mutargs
O que é isso, senão um prédio
Onde guardo todo meu cansaço
Sigo inconsciente dos meus atos
Meu tato é um sentido que guardo na ponta de meus dedos
E os seus?
Edifício de quadrado retangular? Ou círculo de 5 pontas?

Vais morar lá pra sempre
Em sua mente
Até ficar sem seus dentes

Sigo nesta Stet Motetris vivendo e sendo vivido
Morrendo e sendo morrido
Infestando meu corpo com porcarias
Que me dão alegria
Temporárias
Mas o que são porcarias?

Não sei só sei que trago no meu quarto espírito embrionário
Meu livro nunca será publicado
Meu quarto sempre trancado
Segredos trancafiados

Sigo cachorro mordendo e sendo mordido
Sigo otário ferindo e sendo ferido
Não sou, definitivamente, um cara bom
Sou semente de um pé só, armário de uma roupa só
Sou mendigo de mim mesmo

Sigo assim
Nessa Stet Motetris
Vivendo e sendo vivido
Olhou para o quarto

Olhou para o quadro
Saiu pela porta
Voltou
Escutou o passarinho cantando
Depois achou normal
Ficou calado
Ele foi para o quarto
O mundo não mudou nada
Pensou
Vestiu a sua roupa
Ficou calado
Achou tudo igual

Depois pensou
Ruminou
Ruminou
Mastigou os mesmos pensamentos de sempre
E cantarolou
Mas em sua mente
Calado como Sempre
Queria tanto ser uma semente
Pra se disseminar ad Perpetuum

E quando foi que não queria ser nada
Olhou pro quarto
Foi pro seu canto
Cantarolou
Cantarolou
Em sua mente
No canto
Naquele quarto
Não queria ser nada

Não sabia
Que era nada
Sendo tudo
Mas era nada
Vai morrer, vai apagar
Não deixará nenhum tracejo
Não restará nem mesmo o pó
o que é pior
O que é dó
O que é dó
Te sinto dó
Cara

És cara

Cara demais

Cara até todos entenderem o verdadeiro sentido da palavra

E eu sou um cara

Querendo estar-te cara-a-cara com o desejo

De querer-te

És tu, minha cara??

Seus não-entendimentos...

Claro que quero! Atchim!... Atchim!...

Hum... Preguiça...

...

Cara!! Lorena, você é a cara!!!!

Querida... Querida!  Querida:

Cara Lorena:

Te quero

Como na foto

Que tiraste de ti mesma é parafuso tal a mente do menino

Que na verdade nem sabe o que quer

Não sabe o que quer

Não sabe te ter

Não sabe obter o que quer

Cara que não sabe ter por dois minutos a mulher mais cara

Porque ninguém sabe o verdadeiro sentido da palavra cara

Nem chegam perto

Minha cara

Beijo (na cara não)

(O que quis dizer com tudo isso?
Mas te escreveria mais 45 dúvidas-poemas)

27 de ago de 2012

Fora de si

Catequese - extrato
Maionese - cigarro
Diocese - frangalho
Calhambeque - calçado

Rabanete - diabo
Cabo Verde - quiabo
Milho verde - pirralho
Bastonete - atalho

Garçonete - fagulha
Cotonete - ampulha
Caçonete - agulha
Palinete - firula

Um boquete em Saturno
Marca Passos

Fasse tudo que a menina quer
Senão a menina vai

Pra lá
Pra onde ela quiser ir

Fasse tudo que a menina gosta
Senão ela vai pra onde quiser

Fasse tudo que o sujeito homem tem que fazer
Pra não ser discrimado pelo pessoal

O homem nasce e vive num prisma de vidro
A menina no oceano

E pacíficos são seus meios de obter contatos
Ela faz o que quer  É mulher

Vai pra onde quer
Trai  Fode  Fuma

Acende a fogueira do cansaço que quiser
E dorme sem um pingo de pesar na consciência dela

É mulher e faz o que quer
E nós varrendo suas poeiras

8 de ago de 2012

Espaçonave pro'spaço - Crack!

Carro avião panela sexo
Armário livro canela nexo
Chinelo roupa dá-nela sexo
Poesia rumba mulato sexo

Carnaval Caetano Carnaval light
Chico César Cri-cri cão que late
Foice cultura levemente diet
Onde se encontra poesia right!

Nexo guia cego em tiroteio
Cachorro pulga sangue chupada
Raposa orgulho não foge uva
Feijão vaca dinheiro feijão

Dança acorde frequência heavy
Nexo guia poeta quase-crazy
Frequência figura expressionista
Nave espaço rec-rec cebola pepinante
Espaço-nave nem aí pro'spaço

Clave de fá instrumento batuta
Trompete dance instrumento high
Vácuo - não sei coisa mui doida
Dança - não vou coisa mui high

Ai

17 de mai de 2012

Trapalhadas

Cavalo
Atum
Zé Mussum

Zé Legal
Meu pé
Tá lelé

Zé Banal
Tá Brutal
O molé

Os gatos sempre caem de pé

Mau
O mundo é mau
O mundo é bão


Fica assim não
Fica ponta cabeça

Vixe
Muleta-blues!!!!!!
PQP pariu pariu sorriu abortou

"Seu mal é ficar toda hora respirando"

Zé Pinóquio
+ Zé Matias
= Zacarias

11 de mar de 2012

Iasmine
Minimize
Suas ideias
As transporte pra um futuro mais intenso
Não muito longe, sem essa preguiça aí
Acorda pra vida

Tá na neura? Refaça o formato
Porque de fato, seu esforço não terá sido em vão
Tá na hora de ir pro quarto, de acordar
Vai lá, pode ir pra aquele lugar
Que você vai todo dia
Só se lembre de se recriar
Todo santo dia

Tá na noia? Segue sua vida mudando concepções
As novas experiências são a gênese das emoções

Mine, não cave esse minério
Esse aí revela mistérios que você nao quer acordados nesse momento
Velhos sentimentos
Re-sentimentos
Fica assim não
Pro mais ou pro menos, a vida está sendo bela a maior parte do tempo

Minão... Você é um mulherão! Parceira fenomenal...
Mine, não... Tira isso daí! Coloca lá, ali...
Isso...

Tá na praia? Aproveita! Sol tá tinindo...
Minnie Mouse, cadê seu Mickey?
Fim do ano visita a Walt Disney, não tá fazendo nada mesmo...
Lá é filé.

Bom, é isso.
A comédia da nossa vida é estar atento
Tudo de bom pra você e os seus

2 de mar de 2012

Creme Cráquer de cenoura
Cream cracker de bosta dura do cachorro
Creme Cráquer de Iraque e anti-iodo
Cream cracker embaixo de tarântula

Cream cracker de cebola
Cream cracker de cera fedorenta do ouvido
Creme Cráquer de um tipo de anti-estojo
Creme Cráquer embaixo de uma aranha

Creme Cráquer de criança
Creme Cráquer-dread-lock
Creme Cráquer de carambola

Cream cracker embaixo de um besouro
Cream cracker do amanhã diferente
Cream cracker do Homem-Aranha

A bolacha Creme Cráquer preencheu toda a minha infância

6 de fev de 2012

(Faz Tanta Importância...)

Terra de confeito
Conceito embaixo do terno
Medite

Terra de conceito feito
Conflito encoberto
Sorriso fake.

Se à terra vem à tona o cinismo,
o preconceito é sem limite

Entre o corpo e o software
Se me desconfiguro, é meu o erro.

Diz o sistema:
"Estou no meu limite"

Mas mesmo assim chegam mais dados:
quantos são falsários!

Redesorganização
Novos nomes pra velhas procrastinações.

Meu saco rígido tá cheio.

Novo sistema...
Quando implantado, já estará ultrapassado.

Projetos ilusórios
Carreiras que não sabem pra onde vão

Cadeiras se trocam
Canetas roubam
Cabeças rolam
Assim meu hardware não aguenta e vai ter black-out...

Mas não ligue não, não vista carapuças que não são suas
A vida acaba daqui a 10 minutos
Mesmo assim não saia correndo.

Apenas aperte o "desligar"
A colocação da digital é a metáfora pra entrega de toda a sua vida.
Pitta

"Pitta é um fila da puta"
"Pitta não presta"
"Pitta é um bosta"
"Pitta, uma besta"
"Pitta: dele ninguém gosta", diz o povo

"Pitta contratou um criminalista"
"-Pitta, ninguém te gosta"
"-Pitta, vão te jogar bosta!"
"-Pitta gostava de assistir Terra Nostra"
"-Pitta, vai prum analista", a imprensa disse

Pitta salada mista:
Pitta dirige a pista
Pitta famoso artista
Pitta divide juristas
Pitta malabarista!, Bruno said.

27 de jun de 2011

Escroto

Só amo a mim
Da poesia, só gosto
Imagine o resto! São só resto!

Pessoas são palitos de fósforo
Mendigos pra eu tocar fogo
E acender a mim mesmo

Porque sou o poeta-esgoto
Extremamente escroto

17 de jun de 2011

Documentário Invólucro

Invólucro de nada
Me envolvo, me infesto
Me desligo da palavra
Desafio mais funesto

Construo palafitas
E espirais de prata
Réplicas do tempo
Sedes da palavra

Veste o pranto
Dá-me mais que nada
Vá, vista o infinito!
E dispa-se da lástima

Como se soubesses
Da catedral, a fala
Vaze bem depressa
E não me digas nada
Cookies
Cookies apple
Cookies apple pie
Cookies apple honey pie
Cookies apple-lemon pie
Cookies lemon pie
Lemon pie
Pie
Clintus

E então o jogo acaba:
Tu vida ahora es soñar

Os plasmas constantes em sua mente
São uma constante
Won't you find a way?
clintus, Im 'sermo matrem!

Você jogou fora todos aqueles antigos amigos
As fotos estão agora em tom de sépia
O amanhã é uma miséria

Assim você não entra pra história
Sr. Clintus McDonald
Seu ídolo é o Ronald? Você é tolo...
E esses dados a rolar??...
Your mother said: para de apostar, menino.
Você já tá crescido

Eres una persona muy especial
Su nombre en la foto en el periódico
¿Por qué?
Roubaste de novo, meu Clint?

I don't want you to die
You, punk, will never die
Você sabe trapacear

Você sabe a morte enganar

16 de jun de 2011

Mommys and I were very little ocupated

By an habitant from the skies, she was made of
Spread her legs in the clouds, and release me
What in the world could make that kind of privacy?
Stop everything: eu nasci

Quando do nada se aparece,
o milagre de tudo é o milagre da vida
A dança dos genes mutantes que se revolvem
Mommys and I were such a nice kind of poesia

Vim do cosmos pra causar estrago
A vida é um eterno entra-e-sai de rasgos
De muitas vidas participei um bocado:
ranquei pedaços, destruí corações, mas teci muitos laços

Laço macio é o laço da seda (Quem faz isso não são as borboletas?)
I was born in such a difficult situation
I know I'll never make it, but...
I tried the perfection

15 de jun de 2011

Fror Dita

A flor é dita; não há flores na Arábia Saudita

Sou homem ou mulher?
Sou beija flor - Sou os dois

Floema
Fonema
Flornema
Flor - pena
Flor na praia de Ipanema

Não tem mais flor - que pena!

Guerra interssexos
Harmonia dos sexos

Flor é Herma

14 de jun de 2011

O nada

O nada é onde ficam as coisas

Proibido para menores





Chant nº 11

Afirobidushdá, fikashapr-urska!
Afirobidushdá, fikashapr-urska!!
Afirobidushdá, fikashapr-urska!!!
Afirobidushdá, fikashapr-urska!
Afirobidushdá, fikashapr-urska!!
Afirobidushdá, fikashapr-urska!!!
Foshurabiru, foshurashrubska!
Foshurabiru, foshurashrubska!
Foshurabiru, foshurashrubska!
Foshurabiru, foshurashrubska!
Rakalogunu, rakarashrurska!!
Rakalogunu, rakarashrurska!!
Rakalogunu, rakarashrurska!
Rakalogunu, rakarashrurska!
A construção de uma vida - Brick by Brick

Meus olhos de verão
Verão: a amplitude da emoção
A qualidade do coração
Esses olhos verão muito!

...outono muito firme,
seu abafamento habitual

...dá tempo de visitar a prima Vera
Antes quela se mude

Inverno é tempo de se cuidar
De olhar pra si

...

Meu brilho invadirá todas as casas
Sentes?
Meu filho já foi embora
Daqui a quantos anos ele volta?

Meu bilhete daqui pra Londres
É um portal daqui pro outro mundo

O tempo fica mais lindo a cada dia
E quando o cometa violeta passou no céu
Choveu estrelinhas no mar

-Meu inverno era feito da neve e essência-

O tempo não estava nem azul nem cinza na tarde de terça-feira
...
Glomp
Makes Chomp

13 de jun de 2011

.
















Fumaça




















.
Mandado de segurança pro coração

Axé
Diversão
Pegação
Profissão

Fogão
4 bocas
6 bocas
8 bocas

Quantas bocas!

Pra quê sexo se eu tenho macarrão?
É o ajuste.

As coisas se ajustam a você
Como se você fosse perceptível ao tempo
Como se as coisas se ajustassem a você

Como as pedras que se acumulam estagnadas.
E param. Ficam absolutamente.
Até que algum estímulo externo as modifique.

Eu passo por toda a estática!
E sobrevôo!
Sobrevôo forte como um super-herói sagrado!

Meu estado nunca foi tão contundente...
Porque certas coisas são tão inconseqüentes...

-Pensa que é muita coisa às vezes, a gente...

11 de mar de 2009

Métamor Fozes

Meta, amor fosse
Mertah: amor-foice.

Met'amor foste
Meu, teu amor foi-se!

Mete, amor; forte!
Meu! Te amo forte!

Meta-mor, foz
Mehta amou Fóze

Meta-morfoses
Meta: amos fortes!

Minta, amorfose...
Metamorfoses
Asleep

Dorme, dorme, meu amor...
Que eu te olho
Eu logo, logo durmo
E sonho com o ondular dos seus cabelos
Eu te amo, e se você quiser
Eu não te deixo
Te deixo louca
E não me queixo
Do seu respirar acentuado às vezes
Eu te amo até você dormindo
Consciente ou inconscientemente:
onipresentemente

10 de mar de 2009



Capiba's Town

24 de fev de 2009



O macaco
A transa dos planetas

Júpiter trepava loucamente com Urano.

Marte atacava a novata na área, Sedna;
antes que todos soubessem de sua
existência, Marte já a atacara.

Enquanto isso, Mercúrio e Netuno se
atracavam intensamente, desesperadamente -
gelo e fogo provocaram um choque
térmico que causara fortes sensações
em suas atmosferas ardentes.

Saturno, Plutão e Vênus (!) juntaram
seus trapos e puseram de lado
todas as imposições monogâmicas
presentes no sistema solar.

Ninguém quis a Terra - planeta muito sujo!
Incompletude

Uno as partes do processo
Para ver o que é que eu faço

Quando tudo era assédio
Descobri-me no asfalto

Vi que a chave pro progresso
Era larga pra o buraco

E o mistério de não ter-se
Era ter milhões de imagens

Quando tudo era silêncio
...quando tudo era cansaço...
Pessoas

As pessoas andavam
As pessoas ouviam
As pessoas se aglomeravam
e as pessoas falavam

mal de mim
Perto de mim
Bem de mim
Longe de mim

E as pessoas cantavam
As pessoas - pessoas...
E as pessoas pensavam
e as pessoas pisavam

em mim
Em mim
Ai de mim...
Mal assim

Então as pessoas iam
As pessoas sentiam
As pessoas se abriam,
as pessoas seduziam

a mim
pra mim
Enfim
Sem mim
O direito e seus componentes

O direito e a jurisprudência
A amplitude da decência

O direito e a jurisdição
Controle na palma das mãos

O direito e seus maiores soldados:
Seus excelentes advogados!

O direito, o supremo, os juízes
Deles vêm as ações cabíveis

O direito, o Habeas Corpus e os artigos
-Eu preciso soltar meus amigos!

O direito e as varas
"Ah, as varas..."


Cactus Power
Os nossos

O meu 35
Seu 80

Meu 95
Seu 60

Meu 55
Seu 40

Meu 65
Seu 70
Nós
Fleury - Ato 1

Fleury, forte
Fleury, fronte
Fleury, frito
Fleury, frade

Flor surgir folha
Flor surgir fraca
Flor surgir fresca

Flávio diz: força!
Flávio diz: faça!

Flor de lis: faca...
Intitulado

O deserto de Atacama

Pensamentos macaquianos


Meus rebentos são tão hermanos

Cataventos australianos


Sofrimentos são marcianos,

presidente Barack Obama


Acabaram os cavalos brancos...

Venha aqui mesmo estando manco


Eu podia estar sendo franco

Preferível é ser humano


O tomate hoje em dia é caro

Coisa boa é jogar baralho